sexta-feira, fevereiro 27, 2009

Dita-me a consciência que me afaste da escrita, deste blogue, não porque não continue amar a palavra ou porque me tenha abandonado a sofreguidão de deixar a alma discorrer sobre o teclado. São motivos pessoais e profissionais que me fazem abandoná-lo por tempo indeterminado. Neste momento e ainda que procure manter viva a memória do que sou, não consegui ainda dar os passos necessários para um reencontro, para além de outros factores. Diria que as forças se esgotam sem que nos demos conta, definhamos numa dor, numa tristeza que nos amarra ao silêncio de nós mesmos muitas vezes e por muito que procuremos saídas, respostas, vamos embatendo sempre num muro que parece intransponível. Quedei-me na sorte de me abandonar à mercê de um sentir que vai deixando escapulir as poucas forças que a sustentam. Procurei, até hoje, socorrer-me de mim mesma apenas, para conseguir sair das guerras e vencer os obstáculos. Não busquei ajuda de nehuma especialidade, apesar de verificar que desde há algum tempo a esta parte, me sentia profundamente triste, sem vontade de dirigir palavras às pessoas, cansada, frustrada, esgotada, mas acima de tudo fria, sem projectos, sonhos ou vontade de ir além. De há uma semana para cá verifiquei que perdi peso, sinto repulsa por elogios ou demonstrações de carinho, que me custa dar um beijo ou um abraço. Tenho sentido uma fraqueza pouco habitual, tendências para desmaios e tem-me sido dificil levantar. As alterações de humor vão do silêncio para a explosão quando me chamam. No trabalho não quero ouvir as vozes e em casa fecho-me em mim. Hoje acordei com a sensação de vazio completo, quis lembrar-me do que tinha de fazer e não consegui, sai com uma sensação de levar o mundo nos ombros, entrei e sai triste de casa. Fiz uma viagem de noite e a cabeça parecia estar oca, vazia. Creio que tenho de encetar por outro caminho e procurar em definitivo a ajuda de um profissional. Às vezes pergunto-me o que me terá levado até aqui. Não sei, mas estes últimos anos têm sido marcantes: a perda do meu padrinho, meses depois a perda do meu avô, a crise de uma relação, a perda de um dos meus melhores amigos, o "assédio" de gente com poder, o diagnóstico de uma doença rara, a doença de um amigo, o sofrimento de uma segunda mãe, a inadaptação às mentalidades, a solidão, o não poder ser eu...talvez tenha deixado que tudo se juntasse e talvez isso me tenha feito perder... A verdade é que não sei o porquê, sei que me corrói a tristeza e me abandono na imensidão do não saber quem sou...
Até lá...

11 Comments:

At 27 fevereiro, 2009 19:47, Blogger alexia said...

É muito complicado ser a primeira a comentar esta...despedida temporaria!
Ha coisas sem nexo e momentos sem rumo, espero que ultrapasses a falta de algumas coisas e quem saiba que aceites com um conformismo terno e tranquilo o titulo deste blog!
Para o Manolo este intervalo é sem duvida benéfico, "ele" merece um final feliz:)

Beijinhos

 
At 04 março, 2009 22:49, Blogger Lu.a said...

Volta rápido linda!

 
At 07 março, 2009 09:12, Blogger deep said...

Por vezes, é mesmo preciso pararmos e procurarmos a ajuda de especialistas. Nem sempre os motivos que nos conduzem a um certo estado são claros, que não é o teu caso. Descansa... cá ficaremos à tua espera.:)

Beijinhos

 
At 12 março, 2009 14:13, Blogger O2 said...

Bolas, não estava á espera... mas, se te faz bem! Acho muito bem! Força! Muita força, e um grande e apertado Xicoração... tudo mais q diria, são palavras tolas, sinto-me impotente e longe, vai dai, força. Pelo pouco que conheci de ti, mereces tudo de bom.

:)

Beijinho grande.

 
At 18 março, 2009 23:46, Blogger Clara B said...

o post não poderia ser mais sincero Espero que a demora seja breve... por vezes temos que dar tempo a nós próprios, e o blog, não é um trabalho, bem pelo contrário, é algo no qual se deve escrever por prazer e não por obrigação. Volte quando lhe der na telha, mas volte!
beijos

 
At 27 março, 2009 16:26, Blogger Yussef said...

Só tenho uma expressão que creio caber aqui: volte logo!
Abraços

 
At 31 março, 2009 19:13, Blogger Rute said...

Fica bem que esperamos por ti aqui. Até já. beijinho

 
At 31 março, 2009 23:27, Blogger Alien David Sousa said...

Carla desejo-te TUDO de bom e espero sinceramente que te encontres e que consigas colocar essas cabecinha em ordem. Adoro este cantinho mas tu vens primeiro, assim sendo, aguardo que te sintas melhor.
Beijinhos alienígenas ;) e um abracinho ((((carla))))))

 
At 03 abril, 2009 15:45, Blogger Tulipa said...

Olá! Passei por aqui e não podia não comentar...a capacidade de identificar as nossas fraquezas e necessidades é meio caminho para encontrar de novo a felicidade, acho que estás no bom caminho. Desejo-te boa sorte nessa viagem e nunca te esqueças que não a precisas de fazer sozinha...estou a torcer pela volta. beijos

 
At 17 abril, 2009 01:46, Blogger deep said...

Olá! Quando voltas? Espero que estejas bem. Bjs

 
At 08 setembro, 2009 19:47, Blogger fon fon fon lol said...

haja alguem que se interesse por filosofia...coisa rara por aqui.=) coisas sem nexo mas pareces ser uma pessoa com bastante cabeça=)

continua este caminho ou mesmo as descobertas de outros...

 

Enviar um comentário

<< Home