quinta-feira, janeiro 22, 2009

Seis coisas sobre mim...

Costumo dizer que por muito que busque falar de mim nunca o faço de forma objectiva, no entanto faço-o sempre de forma realista e emprego o melhor de mim para que me conheçam. Não obstante, aquilo que somos no mais intímo de nós mesmos fica sempre aquém de qualquer coisa que consigamos transpor para os outros, porque é essência. Assim e porque me foi lançado um desafio, falar de mim, aqui vai. Espero não desiludir a Clara B do enigmaeoespelho.blogspot.com.



1. Adoro o campo, o cheiro a terra molhada e as rugas da minha avó. Esta tríade é-me essencial, cada uma pelo seu motivo. O campo faz parte da minha infância, onde cresci ao som da liberdade e das brincadeiras próprias da vida numa pequena aldeia, hoje desertificada. O cheiro a terra molhada porque me me faz lembrar a sonoridade prória da terra mãe. As rugas da minha avó porque nelas está também inscrita a minha história.



2. Sou pessoa de poucos amigos e defendo sempre que não os selecciono, mas creio que são eles que me escolhem, na medida em que me conferem a confiança necessária para ir além de mim mesma e de me poder mostrar como sou, sem ser, para isso necessário, vestir máscaras. Considero aqueles que são meus amigos parte integrante de mim mesma.



3. A ética e a moral acompanham-me vida fora e talvez por isso tenha alguns dissabores, mas contínuo a preferir reger-se por princípios valorativos fortes do que não os ter.



4. Adoro ler. Adoro literatura que faça pensar, que eleve. Sou apaixonada por poesia e filosofia. E se no que busco encontrar resposta não a encontro parto para outro ponto para ver se ele mo dá. Adoro Irvin Yalom, Milan Kundera, Saramago, Mário Sá Carneiro, etc.



5. Prefiro que as pessoas não saibam o meu nome, a que queiram viver a minha vida por mim. Odeio a intriga e pessoas mal formadas.



6. Sonho que o ensino em Portugal mude. Que o facilitismo exacerbado desapareça e que possamos ter gente capaz de nos governar futuramente.
Agora Passo o desafio a:
Para responder ao desafio os passos são estes:
Linkar a pessoa que me indicou.

Escrever as regras do meme no meu blog.

Escrever seis coisas aleatórias sobre mim.

Indicar outras seis pessoas e colocar os links no final do post.

Informar as pessoas que as indiquei deixando-lhes um comentário..

11 Comments:

At 24 janeiro, 2009 16:29, Blogger Ermelinda Silva said...

Vou responder só quando puder, okey?
Prometi parar no fim de semana!
Mas estou interessadíssima...
Aliás, mesmo "sem passos", eu digo já:

1ª. A Carla é uma idealista e perfeccionista,
colocada por esquecimento de Deus, numa "terra estrangeira"!

2ª. Odeia o vulgar, daí que:

3ª. Sofre, se as pessoas não são talhadas "à sua medida";

4ª.Persegue utopias e anda várias vezes(muitas) nas nuvens (1ª);mas não tem criada para a chamar a atenção como tinha Tales!

5ª. Quando "baixa à terra", teme que lhe possam chamar "ET"!

6ª. Ama a natureza!

Por isso tem de amar a "natureza humana" com todas as suas imperfeições!

Só assim, poderá respirar alguma felicidade e ter paz!

 
At 24 janeiro, 2009 16:38, Blogger Ermelinda Silva said...

"A moral não é mais do que a regulamentação do egoísmo"
Bentham, Jeremy
Citador de Hoje!

Quero insurgir-me contra este filósofo pela sua atitude quanto à moral.
Na Cultura Portuguesa a Moral está intrinsecamente ligada à Ética. Por isso discordo que ela seja a "constituição" de sentimentos mesquinhos, como o egoísmo(há quem diga que o egoísmo é a mais elevada característica de uma pessoa de bem), vejam só!

A Moral é como o Código de Hamurabi ou o Decálogo, ou as Bem-Aventuranças. É o nosso Juíz Universal.
São as regras onde a Ética vai incarnar, onde a prática vai surgir nobre e altruista!
Pode ser um sonho, mas é o sinto,o que penso, o que vejo, o que pratico, na certeza de que é o melhor que existe sobre a Terra.
Uma Terra sem Moral seria como um Planeta governado por macacos!

 
At 24 janeiro, 2009 16:41, Blogger Dona Gata said...

Gostei de conhecer esses seis aspectos da tua identidade.
Alguns já os suspeitava, mas outros não tinha como.

Continuo a achar uma delícia o que estás a escrever.

Um beijo

 
At 24 janeiro, 2009 22:14, Blogger Clara B said...

Obrigado por teres respondido ao desafio ;), e ainda bem que o fizeste, pois gostei muito de te "conhecer" um pouco.
beijos

 
At 24 janeiro, 2009 22:49, Blogger Lu.a said...

Desafio aceite!! ( e vai ser já no próximo post).
:)

 
At 25 janeiro, 2009 00:09, Blogger Alien David Sousa said...

Carla,obrigada por te teres lembrado de mim mas vou ter de recusar o desafio. Já me desafiaram para um muito semelhante e também o recusei. O motivo da recusa é simples, tu já deves ter reparado que eu não escrevo sobre mim no meu blog. Não por ser uma Alien ;) mas porque simplesmente é uma forma de estar da blogosfera que desde o inicio nunca alterei. Não que tenha nada a esconder, mas porque acho mais interessante as pessoas se indentificarem com o meu blog devido aos meus textos do que a algo que tenha a ver com a minha pessoa, com a minha personalidade ou vida. Bem sei que muito de mim está nos meus textos, na forma como os elaboro, nos temas que escolho, mas aí entra o poder de observação de quem os lê. Quanto a dar informações sobre quem os escreve -eu - não acho que encaixe no tipo de blog que criei, o que não quer dizer que não resulte em outros blogs. No meu não encaixa.

Um grande beijinho para ti e espero que não leves a mal a minha recusa

 
At 25 janeiro, 2009 10:35, Blogger O2 said...

:) Olá, antes de mais, gostei de saber um pouquito de ti, um pouquito mais digo!

Sobre o desafio... ok, prometo em breve fazer qualquer coisa dele lá no meu cantito, alias, a Ve tb ja mo tinha feito, vai dai vou ter que por o nome das duas ok?

:)

Beijao e obrigada!

 
At 25 janeiro, 2009 21:04, Blogger Ermelinda Silva said...

"Se um grande homem cair, mesmo depois da queda, ele continua grande"
Séneca


- Isso já foi tempo!
Hoje, se um grande homem cair, fica em cacos!

 
At 25 janeiro, 2009 21:08, Blogger Ermelinda Silva said...

Acho que estou um pouco como aqui já foi dito: não vou aderir ao desafio, dessa forma. Tem que ver com a minha independência. Não gosto de ser "dirigida", ou seja, que me indiquem passos...
Sem passos, faço tudo; com passos, fico-me aonde estou.
Mas até já respondi, à margem do pretendido!
Sempre "à margem".
Herdei isso, aperfeiçoei-o, e... não o posso deitar fora!
Boa semana!

 
At 28 janeiro, 2009 13:06, Blogger deep said...

Partilho de aluns desses teus gostos. Já respondi ao desafio.

Boa semana. :)

 
At 08 fevereiro, 2009 13:27, Blogger Tulipa said...

Olá! saudades de passar por aqui...gostei de te conhecer um pouco melhor e identifico-me com algumas das coisas que disseste. bj

 

Enviar um comentário

<< Home